fbpx

Infocar

Blog

Como as seguradoras podem se preparar para o crescimento da demanda de seminovos no Brasil?

O impacto da pandemia do coronavírus no setor automotivo está sendo sentido há alguns meses, mas ganhou ainda mais força no segundo semestre de 2021 com a disparada dos preços dos veículos seminovos. 

 

Essa nova demanda começou devido a escassez dos chips de silício que fizeram as montadoras pararem as fábricas ao redor do mundo, pegando todo o mercado automotivo, e consumidores, de surpresa. 

 

Com a grande procura e alta dos preços dos carros zero, os veículos seminovos passaram a ser uma opção, mesmo também passando por um aumento, cerca de 19% em 2021. 

 

Nesse cenário, as seguradoras precisam estar ainda mais preparadas para atender esses novos clientes. Separamos algumas dicas e serviços para ajudar nesse momento. Confira!

O que causou a alta de preços dos seminovos no Brasil?

É difícil pensar em um setor da economia que não foi afetado pelo coronavírus, precisando diminuir ou pausar suas atividades desde Março de 2021, quando a maior parte dos países começou a decretar lockdown. 

 

O mercado de automóveis foi um dos grandes afetados, ganhando um novo capítulo ao começar a  faltar chips de silício, ou chips semicondutores, responsáveis por controlar quase tudo nos carros. 

 

Os semicondutores são uma “classe de material” responsável por conduzir correntes elétricas e servem de matéria prima para chips que, além dos carros, também são utilizados em smartphones, videogames e computadores. 

 

A crise começou quando a venda de carros teve uma brusca diminuição em todo o mundo, fazendo com que os fabricantes começassem a reduzir a fabricação dos chips, e assim o problema iniciou. 

 

Quando os números de casos da pandemia começaram a diminuir e, consequentemente, a economia reaquecer, a demanda por semicondutores foi grande e as fábricas não conseguiram acompanhar esse crescimento de pedidos. Estima-se que a perda no mercado auto foi de aproximadamente 61 milhões de dólares. 

Como a crise afetou o mercado brasileiro?

Mesmo com a pandemia, 89% dos brasileiros ainda tinham planos de comprar um carro novo em 2020, segundo pesquisa da Anfavea em parceria com a Webmotors. Com essa alta porcentagem de intenção de compra, a demanda precisava estar à altura. 

 

As montadoras foram diretamente afetadas em sua linha de produção, a Auto Forecast Solutions (AFS) diz que no Brasil há, pelo menos, 8 fabricantes com 14 fábricas afetadas de alguma forma pela escassez desse semicondutor. 

 

Com a falta de carros zero no mercado, rapidamente os seminovos passaram a ser uma opção, causando uma rápida escalada de preços. Normalmente, um carro usado desvaloriza cerca de 15 a 20%, mas atualmente há modelos que valorizaram mais de 20% em apenas 1 ano. 

 

Com essa alta pode-se imaginar que as vendas cairiam, mas não, na verdade aumentaram. Em Agosto de 2021 as vendas bateram recordes com 7,59 milhões de automóveis e comerciais leves: o número é 48,8% superior ao mesmo período em 2020. 

 

A movimentação crescente de seminovos pede que todo o mercado esteja preparado para receber essa demanda, principalmente seguradoras

Entenda como o mercado segurador pode se preparar para essa demanda

O mercado de automóveis passa por um momento de transformação com a tecnologia como grande aliada, os processos se tornam mais ágeis e confiáveis com ajuda de machine learning e bases de dados confiáveis para ajudar no momento de cotação de um seguro, evitando fraudes e prejuízos. 

 

A Infocar atua nas maiores seguradoras do país e entende bem essa nova necessidade que cresce a cada dia. Pensando nisso, nós desenvolvemos produtos que auxiliam desde o preenchimento de dados até o momento da vistoria. A vistoria é feita de maneira remota, totalmente digital, reduzindo custos com vistoriador presencial. 

 

São soluções que entregam todo o histórico do veículo, informações completas e valiosas como débitos e restrições, chamados de recall, precificação na tabela FIPE, relatório de leilão, e muito mais. Cada um pensado em agir diretamente em uma necessidade real do mercado. A Infocar, inclusive, trabalha com soluções customizadas e personalizadas de acordo com a necessidade de cada seguradora. 

 

Nossos planos são de expandir o portfólio ainda mais em 2022, mas sempre com tecnologia como base de seus processos e decisões, aprimorando o que já existe na casa e desenvolvendo outras criações para estar um passo à frente do que o setor precisa. “Queremos ser reconhecidos como uma companhia que cuida de todos os mínimos processos das seguradoras, desde a agilidade dos times ao fechamento da cotação de um seguro, inovando e antecipando demandas”, disse Maura Martines, head de Growth da Infocar. 

Diversos carros em um estacionamento
A maior base de dados de veículos de leilão do Brasil
Pessoa observando dados analíticos em um celular

A INTELIGÊNCIA
por tras dos
rastreadores

Veja o infográfico
Dados e tecnologia

SEGURANÇA
PARA
FINTECHS

Baixar e-book

Compartilhe este artigo

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram